É uma discussão interessante.

Uma pesquisa na Literatura moderna já traz uma discussão muito interessante sobre a necessidade ou não do jejum. Agora é importante salienta que nossos pacientes, não aceitam bem e sempre se mostram “desconfiados” quando algum laboratório informa e orienta da não necessidade do jejum para a realização deste ou daquele exame.

Não cabe aqui ficar definindo o que é jejum, vamos apenas entender que seria a abstinência alimentar por m período pré determinado de 8 a 12 horas. Lembrando sempre que a ingestão de ÁGUA e MEDICAMENTOS é permitida, salvo quando por orientação médica o mesmo não deve ser ingerido. É inclusive sempre bom lembrar que medicamentos SEMRE DEVEM SER INFORMADOS NO ATO DO ATENDIMENTO, pois alguns interferem e muito nos Resultados dos Exames Laboratoriais.

Este que vos escreve é alinhado com o grupo que entende ser necessário jejum para realização de boa parte dos exames, e em alguns casos IMPRESCINDIVEL, como dosagem da Glicose e Similares, Triglicerídeos, dado a rápida absorção e descarga na corrente sanguínea do resultado da digestão dos alimentos.

Destaco também que muitas frações proteicas e lipídicas oriundas desta descarga uma a duas horas após a ingestão, inibe ou interfere em diversos exames da Imunologia e Hormônios.

Outros importantes autores já entendem que a interferência é mínima e que esta descarga não produz alterações que induziriam a uma interpretação equivocada dos resultados pois seriam mínimas.

Quero destacar que todos os Valores Referências (são aqueles Valores ditos Normais e que são comparados com o Resultado do paciente a fim de se verificar alterações) atualmente padronizados,são fundamentados no jejum.

Ainda são poucos os estudos com a apresentação de valores sem jejum.

Apenas aqueles testes pós prandiais é que tem Valores Referências aceitos.

Em meus Laboratórios sempre oriento a importância do Jejum correto, pois tem aqueles pacientes que acabam por fazer quase 18 horas de jejum inclusive se abstendo de água; nestes casos nem atendemos, pois esta condição gera importantes alterações.

Apenas quando é uma Emergência ou uma orientação médica os testes são realizados fora do jejum, mas insiro no Laudo esta condição. Salvo é claro testes que o jejum é desnecessário, com BhCG, Dengue, HIV etc.

Então, vamos manter o mito.

Nosso próximo artigo vai abordar a Tireoide e seus Exames (TSH, T4 Livre, T3, T4 etc.), então até lá.

Posted in Lab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *